Setembro Amarelo.

O tema suicídio não é um assunto que as pessoas gostam de conversar. É considerado um tema pesado para as conversas do dia a dia.

Contudo, o aumento dos número de casos e tentativas de suicídio evidenciam a importância de refletir sobre esse tema. Com isso, surgiu a iniciativa do Setembro Amarelo, mês destinado a prevenção do suicídio.

Acho que a maior dificuldade em abordar esse assunto  vem do medo de não saber o que fazer caso perceba as ideações suicidas em pessoas conhecidas, principalmente pessoas muito próximas.

Como reagir? O que falar? Como realmente ajudar?

Bem, pensando nisso acho válida algumas orientações para tornar essa difícil tarefa mais possível:

1) Não julgue: uma pessoa que pensa em suicídio está numa situação de dor profunda e merece ser acolhida mesmo que, para você, o problema dela seja algo bobo. Tenha uma escuta amorosa da dor do outro, reconhecendo que o que ele está sentindo é muito difícil para ele. Não diminua o que ele pensa ou sente. Ofereça seu apoio: seu ombro, seu colo, sua presença, sua escuta.

2) Ressalte como a vida dele é importante: em momentos de dor é fundamental que o outro se sinta amado. Que sinta que é um membro importante da sua família e da sua comunidade. É fundamental que ele perceba que irá fazer falta.

3) Acompanhe: permaneça próximo dessa pessoa para verificar como ela está se sentindo, o que ela tem feito e se está precisando de alguma coisa.

4) Proteja: se você observar que existe perigo imediato, não deixe essa pessoa sozinha em nenhum momento. Verifique se ela não te acesso a qualquer coisa que possa provocar ferimentos.

5) Procure Ajuda profissional: incentive o outro a procurar ajuda psicológica e psiquiátrica. Ofereça-se para ajudá-la a encontrar um bom profissional ou para acompanhá-la nas consultas. Converse sobre as possíveis resistências dela ao tratamento ressaltando sempre a necessidade e os benefícios.

 

Pensamentos suicidas devem ser levados a sério e não como uma tentativa de chamar atenção.

A melhor forma de lidar com a temática do suicídio é na prevenção. Portanto, invista em saúde mental.

Add Comment